Que Bonito é bonito mesmo todo mundo já sabe, mas o que tornou a região famosa nos roteiros de turismo por aí foram as flutuações.

Flutuação em Bonito nada mais é do que um passeio gostoso onde você vai descer com a correnteza do rio, utilizando snorkel, roupa de neoprene e colete para flutuar. A grande diferença de flutuação para a prática de snorkeling, como é feito no mar, é que na flutuação não é permitido nadar com força, você realmente deve se deixar levar que a correnteza do rio fará todo o esforço por você.

Sinceramente, se tem alguma atividade ao ar livre em que é possível relaxar, se divertir, se aventurar e se emocionar ao mesmo tempo, a flutuação de Bonito se encaixa perfeitamente. Ao descer o rio (seja qualquer um dos rios da região) com águas cristalinas e vendo vegetação subaquática e peixinhos por todos os lados, você com certeza vai sentir tudo isso e o momento ficará marcado na memória.

Como funciona?

Os passeios de flutuação são feitos em propriedades particulares que possuem uma estrutura para que os turistas possam aproveitar as belezas dos rios que estão ali. Todos os equipamentos como roupa e snorkel já estão inclusos no valor, além de um guia que irá acompanhar o grupo (que geralmente não passa de 9 pessoas) durante todo o passeio. A sua única preocupação será relaxar e não encostar o pé no chão do rio, já que isso pode levantar sedimentos e prejudicar a visibilidade na água, e isso ninguém quer, né? Importante ressaltar aqui que não é necessário saber nadar para curtir o passeio, eles oferecem todos os equipamentos necessários mesmo para quem não está acostumado a nadar.

Bonito só continua lindo porque a região é muito bem protegida, mas para isso acontecer o impacto vai parar no bolso do turista. Não me entenda mal, acho que está super certo cobrar um preço alto para manter a preservação local, mas aqui é Traveleiros e a gente sempre vai em busca de algo mais em conta, certo? Pois bem, em Bonito isso foi bem difícil já que todos os passeios são tabelados e a compra só pode ser feita via agências credenciadas. Nas flutuações acontece da mesma forma, você escolhe o passeio e fecha por uma agência, e se o seu objetivo é gastar pouco, você terá que fazer uma escolha difícil, mas necessária: escolher quais flutuações você vai fazer. Pois é, são diversas opções diferentes de flutuação e você terá que decidir qual se encaixa no seu estilo e no seu bolso, são elas:

Olha, confesso que foi muito difícil decidir qual dessas nós iríamos fazer, a vontade mesmo era fazer tudo, mas ainda não estamos ricos, né? No fim, escolhemos a Barra do Sucuri e a Rio da Prata e vamos contar tudo sobre a nossa experiência aqui em baixo. Assista o nosso vídeo também:

Flutuando no Rio Sucuri

Depois de pensar muito e ponderar escolhemos a Barra do Sucuri como a primeira flutuação para fazermos em Bonito. A escolha foi principalmente pela vontade de conhecer o Rio Sucuri que é considerado o mais cristalino do Brasil e o 3º do mundo. A água é tão transparente que a gente fica até sem acreditar, dá uma olhada:

Brasil - Bonito: Flutuação na Barra do Sucuri

Muita gente se engana achando que o nome “Sucuri” é pelo fato de ter muitas cobras no rio, na verdade esse nome vem da visão do rio visto de cima, ele tem curvas que se assemelham a uma serpente, daí o nome Rio Sucuri.

Dentro do Rio Sucuri há duas opções diferentes de flutuação: a Nascente do Rio Sucuri e a Barra do Sucuri, ambas são no mesmo rio, mas o passeio é feito em propriedades privadas diferentes. A principal diferença está no trajeto, já que a Barra do Sucuri não inclui a visão da nascente do rio, por outro lado o passeio da Barra do Sucuri sai bem mais em conta e como já tínhamos em mente fazer outra flutuação que incluía vista da nascente, acabamos decidindo por ele e não nos arrependemos.

Geralmente os passeios de flutuação são realizados em grupos e caso você não esteja em grande número terá que realizar o passeio junto com algumas pessoas que você não conhece, já estávamos esperando que fosse esse o caso, mas por sorte o nosso grupo (composto por mim, Renan, minha mamis e minha tia) era o único no horário do passeio, ou seja tínhamos o rio só pra nós!

O local do passeio não fica muito longe do centro de bonito, sendo possível chegar em pouco tempo e até conciliar esse passeio com alguma outra atração do dia. Ao chegar na propriedade você receberá instruções iniciais e todos os equipamentos necessários, que já estão inclusos no preço do passeio, como snorkel, roupa de neoprene e colete salva vidas. No dia que fizemos o passeio na Barra do Sucuri havia também algumas GoPro para locação, para caso você queira registar a experiência e não tenha uma câmera aquática.

Para chegar ao rio você faz uma mini caminhada por um deque de madeira e no final encontra aquele cenário de filme! Sério gente, a primeira visão do rio é de tirar o fôlego. Mas ainda não era o momento de cair na água, o guia coloca todo mundo em um barquinho e nós temos que remar contra a correnteza do rio para chegar até o local de início da flutuação.

[smart-grid last_row=”justify” margins=”15″ captions=”false” title=”false”]

[/smart-grid]

O passeio de barco em si já é uma delícia, ir remando rio acima nos dá um deslumbrante visual e a calmaria do exercício te coloca no clima do que está por vir.

Quando finalmente chega a hora de entrar na água a experiência é sensacional, o Sucuri não possui tantos peixes como o Rio da Prata, mas a vegetação aquática e a claridade da água realmente deslumbram. Impressionante também é como a correnteza do rio realmente te leva, na maior parte do caminho você só solta o corpo e fica impressionado como rapidinho pega velocidade, super divertido.

[smart-grid last_row=”justify” margins=”15″ captions=”false” title=”false”]

[/smart-grid]

Essa flutuação dura em torno de 45 a 50 minutos na água e apesar de parecer muito, antes que você perceba o passeio acaba e você fica com gostinho de quero mais, vale muito a pena.

Flutuando no Rio da Prata

Uma das flutuações mais famosas de Bonito é a flutuação no Rio da Prata, que curiosamente não fica em Bonito e sim no município vizinho de Jardim, e também a maior parte do percurso não é realizada no Rio da Prata e sim no Rio Olho d’agua, vai entender, né?

Curiosidades a parte, além de ser uma das mais conhecidas, o que realmente nos fez escolher essa flutuação foi a duração do percurso em água, quase 2 horas! Algumas pessoas coxinhas podem achar que é muito cansativo, mas nós Traveleiros adoramos cada segundo e achamos que ali o nosso dinheiro foi muito bem investido.

O Recanto Ecológico Rio da Prata fica um pouco longe de Bonito e muita gente mescla essa flutuação com o passeio do Buraco das Araras, nós fomos somente para a flutuação, já que o Renan também iria fazer um passeio a cavalo no mesmo lugar.

A cavalgada na verdade é realizada montada em éguas bem mancinhas e bem cuidadas que iniciam o passeio de aproximadamente uma hora em torno da fazenda com uma vista privilegiada das araras, tucanos, seriemas, tamanduás, jacarés e muitos outros animais que vivem na região. O trajeto começa em campo aberto, depois vai para uma mata um pouco mais fechada, em um momento as meninas dão uma paradinha para beber água (nesse momento a égua do Renan, começou a correr já prevendo o refresco que teria mais a frente) e por fim passam por uma majestosa figueira centenária que está ali nos campos. Não é permitido galopar para evitar riscos de queda, mas o guia foi muito legal e deixou o Renan dar uma corridinha em uma retona final.

[smart-grid last_row=”justify” margins=”15″ captions=”false” title=”false”]

[/smart-grid]

Brasil - Bonito: Figueira no campos da cavalgada no Recanto do Rio da Prata

Como essa flutuação é mais disputada, não tivemos a sorte de ter o rio só pra gente, mas felizmente a nossa guia era bem legal e o grupo que fez o passeio com a gente também.

Os equipamentos também já estão inclusos no valor do passeio e o Rio da Prata é um dos únicos passeios que não exige o uso de colete salva vidas, a própria roupa de neoprene grossa vai te ajudar a flutuar, sem contar que na maioria dos trechos a profundidade do rio é pequena, então, se você sabe nadar, o colete é realmente opcional.

O início desse passeio é através de um breve percurso percorrido em um caminhãozinho que segue pelos campos da fazenda e te deixa na entrada da trilha que dá acesso ao rio. A trilha é leve, mas não é tão curta, dura em torno de 30 minutos. No caminho é possível ver algumas plantas e arvores nativas, além de ter alguns pontos de contato com o Rio.

Chegando finalmente no deque que dá início a flutuação, acontece um pequeno treinamento com algumas dicas para quem não está acostumado com a máscara de snorkel. A partir daí o passeio começa com uma vista da nascente do rio que é impressionante, quem nunca viu uma nascente de pertinho vai ficar encantado ao ver como a água sai com bastante força no meio do chão de areia, sensacional.

O restante do passeio é bem tranquilo e conta com um visual deslumbrante. Nesse rio há muitos peixes de diversos tipos e alguns dourados tão grandes que poderiam fazer parte de uma história de pescador. O trajeto segue tranquilo, mas há algumas pausas para descanso e alguns momentos com correntezas e corredeiras um pouco mais fortes, trazendo a pitada de aventura ideal ao que já estava legal.

[smart-grid last_row=”justify” margins=”15″ captions=”false” title=”false”]

[/smart-grid]

No momento em que o Rio Olho D’agua se encontra com o Rio da Prata de fato é possível perceber claramente a diferença. As águas do Rio da Prata são mais profundas, geladas e a visibilidade se perde um pouco. Esse ponto do passeio pode ser finalizado de barco (opcional – se quiser pode ir flutuando até o final) onde o visual também vale a pena, ver o rio de fora da água dá a possibilidade de apreciar melhor a natureza em volta e observar alguns macaquinhos que ficam pelas árvores na margem.

Ao final do passeio ainda é possível dar um mergulho no rio sem a roupa especial e absorver a energia que a natureza de Bonito tem para oferecer. A experiência termina exatamente da mesma forma que começou, em um trajeto percorrido em um caminhãozinho voltando ao início do passeio.

[smart-grid last_row=”justify” margins=”15″ captions=”false” title=”false”]

[/smart-grid]

Posso tentar descrever com as melhores palavras, mas a experiência de flutuar no Rio da Prata foi uma das melhores já vivi e sinceramente recomendo a todos que conheço pois acredito que todo mundo deve passar por algo tão incrível assim na vida.


Dicas Traveleiros