Uma das partes mais importantes e complexas do motorhome é a parte elétrica, afinal é necessário entender e combinar elétrica residencial e automotiva, além de particularidades especificas de um motorhome, e se fizer algo errado pode gerar baixa autonomia de energia, gastar dinheiro desnecessário e pior ainda causar algum tipo de incêndio.

Nesse post vamos te contar tudo que aprendemos para decifrar toda essa etapa, que possuí termos técnicos e muitos equipamentos com diversas funções. Vem com a gente que vamos iluminar as ideias e te ajudar a ter uma elétrica para motorhome de respeito. 

Como funciona o sistema elétrico para motorhome?

Parece (e muitas vezes é) complexo, mas podemos simplificar o sistema elétrico do motorhome em três etapas: Produção de Energia, Armazenamento de Energia e Consumo de Energia. Ou seja, você precisa entender o que é importante e como funciona cada fase para identificar quais equipamentos serão necessários e garantir autonomia de energia na estrada.

Produção de Energia:

Há diversas formas de produção de energia em motorhome, o primeiro passo para entender o sistema elétrico é conhecer quais as possibilidades, os prós e contras de cada uma, e qual a opção que melhor se adequa às suas necessidades. Listamos aqui algumas opções:

Painéis solares:

Placas solares utilizadas para produção de energia em diversas residências, também estão sendo cada vez mais utilizadas nas construções de motorhomes.

Prós: É totalmente sustentável, uma energia limpa que permite uma certa autonomia, afinal só é necessário a luz do sol para produção de energia, e mesmo em dias nublados essa produção acontece (em menor quantidade, mas ainda acontece), ou seja, mesmo em lugares remotos esse tipo de sistema funciona.

Contras: O investimento inicial é alto, e a quantidade de espaço disponível impacta diretamente na quantidade de energia produzida, ou seja, quanto maior espaço, mais placas e consequentemente mais energia, e vice-versa.

Carregador de baterias:

Existem carregadores portáteis de bateria que funcionam através da rede elétrica, ou seja, basta colocar na tomada que ele transfere a energia direto para a sua bateria

Prós: O investimento é baixo, tonando esse método bem acessível.

Contras: Como é necessário ligar na tomada, você fica totalmente dependente da rede elétrica, ou seja, sua autonomia será limitada.

Alternador do veículo:

Existe a possibilidade de ligar a bateria no alternador do carro para que ela seja carregada enquanto o carro está em movimento.

Prós: Essa solução é acessível e possui preço baixo, você tem uma certa autonomia, já que a produção de energia é realizada por você.

Contras: Essa autonomia só acontece se você estiver em movimento constante, então é um problema quando está parado por vários dias no mesmo local. Além disso, esse processo em excesso diminui a vida útil da bateria, ou seja, o barato pode sair caro, danificando um equipamento de custo alto.

Gerador:

Utilizado muito antes das placas solares, o gerador a diesel é uma opção que já foi considerada a melhor solução para donos de motorhomes.

Prós: Você consegue ter autonomia (desde que tenha combustível), podendo ficar em lugares remotos por mais tempo.

Contras: Ocupa espaço interno do motorhome, faz bastante barulho e não é nada sustentável.

Armazenamento de energia:

Após gerar a energia necessária, é hora de armazená-la para poder utilizar quando quiser, aqui é o momento em que as baterias entram em ação.  Quanto mais baterias, mais energia você conseguirá manter, e consequentemente terá maior autonomia.

Consumo de Energia

Última fase do processo! Chegou a hora de realmente utilizar a energia, convertendo em coisas que você utiliza dentro do motorhome como geladeira, bomba d’agua, climatizador, tomadas e. etc.

O que você precisa saber?

Antes de começar a pensar no sistema elétrico, é importante entender alguns termos técnicos e conceitos básicos de elétrica:

Sobre a voltagem, muita gente fica na dúvida se é melhor um sistema 12v ou 24v, o que se sabe é o seguinte:

Toda bateria é 12v, mas você pode ligá-las em série para tornar o sistema 24v. Há um mito que sistema 24v são mais econômicos, mas o que realmente acontece é que nesse sistema a tensão aumenta e a corrente diminui, possibilitando uma bitola de cabo menor e consequentemente mais barato, mas isso só gera um grande impacto quando falamos de sistemas com grandes distância de cabos, o que não se aplica a um motorhome. Na prática o que vai dizer se o seu sistema é 12v ou 24v é o seu consumo e a forma que você liga suas baterias:

Quais equipamentos necessários?

Após decidir a sua forma de captação de energia e qual será o consumo ideal, está na hora de entender mais sobre os equipamentos.

Como as placas solares são a opção mais usada ultimamente, consideramos ela para o nosso sistema:

Utilizando painéis solares, não podemos conectá-los diretamente nas baterias, pois se em algum momento a sua bateria já estiver carregada, e o painel continuar a enviar energia, pode sobrecarregá-la e diminuir a vida útil da mesma. É aí que entra o importante papel de mais um equipamento do sistema:

Para armazenar a energia, é necessário escolher a bateria ideal:

Agora, se você for utilizar algum tipo de aparelho que seja 127v ou 220v, você também irá precisar de um inversor:

Dimensionamento.

Depois de entender todas as fases do sistema e como ele funciona, é necessário calcular qual será o seu consumo de energia para poder dimensionar o seu sistema e saber quantos painéis solares você vai precisar e qual potência dos equipamentos você terá que comprar levando em consideração a autonomia que você quer ter e espaço disponível no motorhome.

Geralmente, um sistema elétrico é composto por diferentes formas de captação de energia, para garantir maior segurança e autonomia. Nós vamos utilizar os seguintes equipamentos:

A questão da autonomia

Você pode estar se perguntando, porque utilizar um carregador externo de bateria, mesmo com as placas solares?

Com o nosso espaço limitado no teto, só é possível colocar 3 placas solares, e a produção total das mesmas não será suficiente para o nosso consumo diário. Ou seja, todos os dias vamos usar mais do que estamos produzindo, e as baterias não vão conseguir carregar 100%, pelo contrário, cada dia que passa a carga total será menor, até chegar no momento em que precisaremos dar uma carga externa e retomar o funcionamento. Esse período entre o uso somente com as placas solares, até o momento da necessidade de carga pelo carregador, é o que chamamos de autonomia.

Não existe uma autonomia ideal para motorhome, isso vai variar muito do estilo do viajante. Na nossa opinião, caso você curta estrutura de cidades e/ou ficar em campings, você não precisa de uma grande autonomia, dois ou três dias já é suficiente, já que você quase sempre estará próximo a uma tomada. Já se você preferir um estilo de viagem para lugares mais remotos e aventureiros como a gente, é ideal investir em um sistema que garanta um pouco mais de autonomia, como uns cinco dias pelo menos. Pelos nossos cálculos, teremos aproximadamente 9 dias de autonomia. Quer calcular a sua autonomia na estrada? Vem que eu te conto como.

Calculadora de autonomia na estrada

Para ajudar todo mundo que quer calcular e dimensionar melhor o seu sistema, fizemos uma calculadora de autonomia que vai te dar uma estimativa de quantos dias de autonomia você terá com base no seu sistema e consumo de energia.+

Clique aqui para baixar e siga o passo a passo para utilizar a sua:

Antes de começar, você vai precisar ter o Microsoft Excel instalado para abrir a sua calculadora, mas fique tranquilo pois não precisará incluir nenhuma fórmula, nós já fizemos esse trabalho por você.

A calculadora é dividida em 3 partes: Consumo de energia, Produção de energia e Autonomia de energia, gerado através do cálculo com base no sistema e consumo que você projetou.

Passo a Passo calculadora de autonomia _ parte 1

 

Passo a Passo calculadora de autonomia _ parte 2

 

Passo a Passo calculadora de autonomia _ parte 3

 

Passo a Passo calculadora de autonomia _ parte 4

 

Passo a Passo calculadora de autonomia _ parte 5

Bem simples né? Mas se você tiver qualquer dúvida, te mostramos passo a passo nesse vídeo aqui.

Com todo o sistema planejado, agora é só fazer as instalações práticas para ter todo o sistema funcionando. Mas isso é papo para um próximo texto. 🙂